A linguagem apunhalada na poesia de Abrahão Costa Andrade

Autores

  • Wilbett Oliveira Nuppe

DOI:

https://doi.org/10.26893/rm.v13i26.76

Palavras-chave:

Poesia contemporânea, Ensaio literário, Punhal a língua, Abrahão Costa Andrade

Resumo

Analisa os pressupostos da poesia de Abrahão Costa Andrade no livro Punhal a língua (Opção, 2014), reiterando que as palavras neste livro transpassam o mero exercício metalinguístico e transcendem o estado puramente “pedra”, em sua forma morta, posta, escrita na página para atingir a sua dimensão mais suprema, Nele, o poeta (entre)tece com as palavras a tomada de consciência que ele tem tanto da perversidade quanto da capacidade delas de transcendência e que a poesia e a sua própria redenção

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

10/10/2017

Como Citar

Oliveira, W. (2017). A linguagem apunhalada na poesia de Abrahão Costa Andrade. Revista Mosaicum, 13(26), 33-40. https://doi.org/10.26893/rm.v13i26.76

Edição

Seção

Ensaio(s)